31.12.07

Feliz 2008!

ontem houve um fim de tarde perfeito, recheado com momentos perfeitos. felizmente os momentos perfeitos não se explicam...ficam guardados em segredo, no silêncio, para poderem crescer em paz na recordação...
e assim nos preparamos da melhor maneira para entrar em 2008 apenas trazendo a bagagem estrictamente necessária e muito leve...
a todos FELIZ 2008!

(des)considerações


por aqui não se fala de outra coisa: uns radiantes porque se vão finalmente sobrepor aos que fumam e só não lhe colam cartazes destes na testa porque não podem. outros, furiosos dizem que não vão conseguir cumprir e ameaçam até ir viver para Espanha (olé!). há ainda os apaziguadores que acham que vai ser muito bom para os não fumadores e muito mau para os que fumam (jura?) o que me parece não acrescentar nada, mas vão dando razão a uns e a outros e acalmam um pouco os ânimos. e há depois os que não têm opinião formada, como eu, que não fumo mas que por princípio detesto proibições e que me mantenho caladinha que é para não errar...
está instaurada a primeira guerra logo a abrir 2008.assim é que é , cedo é que se abre a guerra, que é um serviço público e nunca devia fechar...!

sec.XIX


Hairstyle

de passas não gosto...

mas aqui deixo alguns desejos para todos nós:


saúde - "Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença." (definição da OMS)
amor - "Nascemos para amar. O amor é o princípio da existência e o seu único fim." (Benjamim Disraeli)
paz - "No plano pessoal, paz designa um estado de espírito isento de ira, desconfiança e de um modo geral todos os sentimentos negativos." (in Wikipédia)
amizade - "Não há prazer comparável ao de encontrar um velho amigo, a não ser o de fazer um novo." (Rudyard Kipling)
prosperidade - "O dinheiro é como o adubo, não é bom se não for distribuído." (Sir Francis Bacon)
alegria - "Eu sou um optimista. Não me parece muito útil ser outra coisa." (Winston Churchill)
sabedoria - "Não interessa o que sabes, mas o que fazes com o que sabes." (Confúcio)
liberdade - "És livre, escolhe, ou seja: inventa." (Jean-Paul Sartre)
compreensão - "Não penses mal dos que procedem mal; pensa somente que estão equivocados." Sócrates ( o verdadeiro)

28.12.07

decisões para o ano 2008!

Quino

Da violência intolerável...

"Porque era mulher e era livre; porque era civilizada e cosmopolita; porque pertencia àquele grupo social que pela educação e horizontes alargados não se submete ao reducionismo de uma religiosidade desesperada que se nutre do analfabetismo e do obscurantismo; porque acreditava na inevitabilidade da adesão do Islão à contemporaneidade; porque advogava tudo o que os inimigos da liberdade abominam; porque fazia frente à sharia, à lapidação, à justiça de sangue e à guerra santa, foi morta. Morta pelos barbas-de-açafrão, danada nas mesquitas e nas madrassas, Benazir não serve de desculpa aos amigos dos nossos inimigos. Não era serva nem factotum de Bush, não era ditadora nem violara os sacrossantos pergaminhos da democracia, não se lhe conheciam amizades sionistas nem jamais abdicou do véu. Eles odeiam tudo o que não entendem, pelo que hoje, mais que uma derrota da Liberdade, a morte de Benazir Bhutto é um claro demarcador entre a civilização e a barbárie." In blog Combustões

palmas para Miss Pearls

há posts que merecem um post. como este: Final de festa.

constatações

algumas mulheres têm uma bússula dentro. um guia infalível. chama-se intuição...

27.12.07

os gostos também se discutem

Cebolinho

the office

de volta...o dia nasceu bonito e cheio de Sol mas eu pus os óculos escuros e nem reparei bem. encontrei poucos companheiros de viagem, acho que já foi tudo preparar a passagem do ano, fizeram bem. ide, ide.a alcatifa está um bom bocado mais limpa (deviam ter aproveitado para a arrancar, mas enfim). a secretária tem só mais alguns papeis em cima (não exageraram porque era Natal!). tinha trezentas mil mensagens no mail mas era (quase) tudo lixo.o telefone por enquanto está sossegadito. metade do escritório está de férias. ainda estou meia a dormir (meia?). ou seja, por aqui trabalha-se a uma rotação muitíssimo baixa num ambiente muitíssimo silencioso. ainda bem que vim trabalhar, para descansar um bocadito...

26.12.07

Jamie Cullum - What A Difference A Day Made

Lugares Comuns

e o prémio para a melhor mensagem que recebi de boas festas e conselhos para o novo ano vai para a abaixo transcrita, tudo lugares comuns para pessoas comuns que se esquecem de coisa comuns...
se fores...vai mais longe!
se fizeres...faz diferente!
se rires...ri até chorar!
se sonhares...sonha mais alto!
se arriscares...arrisca tudo!
se pensares...pensa por ti!
se saíres...sai da rotina!
se mudares...muda tudo!
se contares...conta comigo!

(untitled)

Parabéns...

Singing carols, stringing popcorn, making footprints in the snow,Memories, Christmas memories, they're the sweetest ones I know.Cookies baking in the kitchen, cards and ribbons everywhere,Memories, Christmas memories, float like snowflakes in the air.Oh the joy of waking Christmas mornings, the family round the tree,We had a way of making Christmas morning as merry as can be,I close my eyes and see shining facesOf all the children who now have children of their ownFunny, but comes December, and I remember every Christmas I've known.
"Frank Sinatra"

...do Natal

aqui se juntaram novamente.uns, mais tristes porque alhuém lhes faltava, outros mais contentes porque só queriam os presentes...todos falaram do que lhes apetecia, uns mais, outros menos, conforme o seu grau de contenção verbal.todos ofereceram sorrisos aos demais. e para manter a tradição os mais velhos já não se suportam nem a si mesmos, nem aos seus pares, nem ao barulho que se gera por muito se querer trocar. acham que já passou o seu tempo, eu não, mas eles é que sabem. dei tudo o que podia: o meu tempo, o que saíu das minhas mãos, o meu lar, abraços por tudo e por nada, beijos a quem quis, pequenos presentinhos escolhidos a dedo e ouvi. podem vir mais natais assim? podem, sim senhora. hoje, já fora de festa, um presente inesperado: uma ajuda extra, que não era para vir...se calhar porque até mereço, obrigada!

25.12.07

Dia de Natal (1)

...a meio da festa, um pouco ensonada, com o coração cheio e um pai constipado, não o Pai Natal, o meu, mesmo. dos presentes, apenas isto: todos muito simples e muitíssimo bem escolhidos, por quem me conhece bem e sabe o que me faz feliz! hoje continuamos, acrescentando uns quantos presentes mais: pessoas e embrulhos! até já...

23.12.07

sec.XIX


chegou a hora...

entre temperar cabrito e prepar bacalhau, consegui dar aqui um saltinho para desejar um Natal cheio de paz, amor, saúde e alegria!
a partir de agora o tempo vai ser escasso e entramos numa pausa boa e feliz! Até já!

BOAS FESTAS!!!

perfect

Harrods - Christmas
Num mundo perfeito o meu serão, hoje, teria sido passado aqui...

22.12.07

just before Christmas!

resumo do dia de ontem, em montanha russa:
-de manã a moleza de uma manhã de férias!
-andar à procura pela milésima vez de uma gama de banho que a mana gosta muito e que está para chegar há 3 dias...inacreditável, deve vir do outro lado do mundo para a perfumaria aqui da provincia, claro...e eu que nunca deixo nada para a última da hora tenho a culpa toda!
-menina extremamente mal educada a embrulhar presentes numa loja conceituada, que me conseguiu pôr mal disposta, o que é incrível porque ao menos nesta época costumo entrar em época de saldos e dou desconto a todos.mas foi demasiado, a troca de palavras foi, eu, diria radical, como os desportos em que temos vertígens...consegui com esforço chegar ao fim e dizer apenas:
"Olhe, um Feliz Natal para si, que bem precisa...!"
- a seguir compensei com a compra de uma dúzia de rebuçados de ovo de Portalegre, que são a melhor coisa que há...vivam os doces conventuais e quem persiste em mantê-los vivos!
-festinha de Natal do Jardim Infantil do pequenito.por estas bandas usa-se no final haver uma espécie de comes e bebes com o que de melhor as mamãs conseguiram fazer para levar...pois, mes este esquilo esqueceu-se e teve de à última da hora arranjar uma solução "mal amanhada" e apanhou um grande susto porque esteve quase a não chegar a horas...no final festa muito gira, muito familiar e diria eu muito cozy! Tudo está bem quando acaba bem!

21.12.07

sec.XIX

Thomas Nast (1840-1902)

e aproxima-se a passos largos (2)

Natal

Foi tudo tão pontual
Que fiquei maravilhado.
Caiu neve no telhado
E juntou-se o mesmo gado
No curral.

Nem as palhas da pobreza
Faltaram na manjedoira!
Palhas babadas da toira
Que ruminava grandeza
Do milagre pressentido.
Os bichos e a natureza
No palco já conhecido.

Mas, afinal, o cenário
Não bastou.
Fiado no calendário,
O homem nem perguntou
Se Deus era necessário...
E Deus não representou.

Miguel Torga


e aproxima-se a passos largos

Dia Santo

Dia de sol e de Natal;
Andam guerras no mundo e dói-me a vista;
Mas, com Deus na Marão sem neve, não há mal
Que resista.

De mais, fora do tempo, este latim
Que o padre Bento sabe, basta
Para mes transcender a mim
E a quantas más notícias o correio arrasta.

Miguel Torga

19.12.07

eu e o Natal, damo-nos mal?

eu que gosto tanto do Natal, começo a ficar com muitas dúvidas se o Natal gosta de mim...é que todos os anos por esta altura se me avaria cá em casa qualquer coisa, qualquer coisa que se chame electrodoméstico e seja caro que é para ajudar o Pai Natal a ficar com os bolsos ainda mais vazios...
não dá para acreditar, há quatro anos foi a máquina de lavar louça que veio de novo, só se esqueceu de vir de laçarote, no ano seguinte, o esquentador, no outro a arca frigorífica horizontal e este ano quando já dávamos quase um suspiro de alívio (eu já nem me lembrava de tais maleitas para dizer a verdade)...eis que a máquina de lavar roupa resolve também morrer ou fazer greve ou lá o que foi!
não sei se apele ao menino Jesus, se ao Pai Natal, se aos elfos, se aos anjos, se calhar ao presépio todo, por cautela, para que me ajudem neste particular...não será que os meus electrodomésticos podiam começar a escolher outra altura para definhar? é que estragam um bocadinho o "espírito" com esta postura poco natalícia...

Fairytale of New York

melhores do Natal

jingle all the way...

Christmas is a holiday for friends,
However they may be, or not, related.
Remember that the three wise kings were strangers
In search of one remote, uncanny dream.
So may we all be far more than we seem,
Together bound for dark and haunting changes,
More lovely for the loves we have created
Along the lonely paths from means to ends,
Stumbling towards that star of Bethlehem

Unknown

coisas de férias

são estas horas e nem pequeno almoço tomei..."matei o bicho" com blogs...

sec.XIX

Victorian Carol Singers

escrita em dia

-nunca é demais falar sobre os amigos, e agora que é Natal há ainda mais que dizer.não por imitação mas sim por inspiração há um post que despontará também por aqui...

-sobre os livros nunca demais...viva mais um à altura!

-este ano volta a valer a pena lutar...sim senhora!que difícil deve ser, às vezes, fazer posts pessoais...

-e eu que preciso tanto de nostalgia, de tristeza de vez em quando, uma tristeza boa, não sei porquê...not against happiness really...

-ah, as coisas que já não voltam, algumas com tanta graça...como isto, no Miss Pearls!

livrarias/paraísos

Byblos
(foto retirada daqui)
Ontem na Byblos, e que me perdoem os senhores que certamente tanto esforço fizeram para a pôr a funcionar, ficámos os quatro (dois grandes e dois pequenos...) com muito que dizer, mas pouco de positivo, infelizmente.eu, que gosto de dar segundas oportunidades talvez daqui a uns meses largos lá volte para confirmar ou não (que seria o ideal) as primeiras impressões...aqui ficam algumas notas do que se passou:
primeiro o positivo:
- espaços amplos (parece que estoua a falar de Madagascar...), com luzes bem colocadas, que não incomodam e sem nos deixar aquela sensação de tontura que às vezes ocorre em grandes superfícies.
-os dois funcionários com quem falei, muito simpáticos, embora uma senhora, que se esforçou bastante, não conseguisse efectivamente ajudar-me porquanto eu manuseava os écrans tacteis de pesquisa melhor do que ela, o que é difícil, acreditem...
-decoração sóbria, agradável de se estar, portanto, e com layout muito aceitável, desenhada (pareceu-me) para não parecer tão grande.
o negativo:
-os écrans tacteis não funcionam bem, ou seja, muitos livros não aparecem na pesquisa com localização mas existem na livraria, outros aparecem mas não existem (a mim disseram-me que estão em armazém, ainda por colocar e se os quisermos teremos de esperar dias, semanas ou meses quem sabe para que sejam expostos!) ou quando finalmente aparece um com a localização, queremos imprimir o ticket que nos permitirá ir à procura e não sai nem por um decreto, não sei se por falta de papel, o que seria curioso numa livraria daquele tamanho...a senhora que lá trabalha disse-me apenas: "acho que o sistema informático se passou...!" (?!)
-a zona dedicada aos mais pequenos tem jogos engraçados também em écrans tacteis grandes mas que não funcionaram, idem...
-os livros foram claramente ali metidos nas prateleiras à pressa e sem critério, uns virados para a esquerda, outros para a direita, o que me provocou uma espécie de dor de pescoço ao fim de 5 minutos...e sem conseguir entender mais uma vez como e porquê estão "arrumados" daquela maneira.é tudo muito confuso.
-para uma livraria com tantos títulos estranhei que três dos que procurava não existissem...e também a repetição dos que existem.os mesmos livros são vistos aqui, ali e acolá, iguaizinhos, espalhados por prateleiras diferentes e em pilhas por todo o lado.
-finalmente, acabei por adquirir um presente que necessitava na zona da poesia, ironicamente a mais pequena da livraria, apenas duas prateleiras...não se percebe realmente porquê.
a frase lé em cima na imagem é fantástica mas chega para nos convencer...
resumindo: ao fim de mais ou menos 30 minutos estávamos todos prontos a gritar pela FNAC e pusémo-nos lá passados 15...daí trouxemos tudo o que precisávamos e mais umas quantas coisas que de certeza não precisávamos!...

16.12.07

do vazio...

AUSÊNCIA

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


Sophia de Mello Breyner Andresen

duplicações

uma pessoa fica 24h sem vir aqui, e isto fica logo uma casa desarrumada...tudo a duplicar...nem eeu sei como fiz...mas lá que estavam dois vídeos a duplicar, estavam...
reposta a verdade. que não sou gaga e o blog também não, seguimos para explicar que ontem passei um dia muito bom com os meus dois filhos, primeiro fazendo umas comprinhas, depois fazendo reconhecimento pelos parques infantis da cidade.
duas notas de referência: estamos sempre a dizer mal do nosso país, mas ainda há muita gente séria e boa que devolve uma mala de criança cheia de dinheiro, mp3 e outras coisas de valor pessoal lá dentro! sim, num centro comercial, esquecida numa casa de banho, 30 minutos depois já estava no balcão de infornações, guardadita à espera de uma menina angustiada e a chorar desconsoladamente mas que no final ficou a acreditar no ser humano...veremos nas próximas...
a outra, para dara a conhecer ao mundo(!) que esta cidade entrou para o Guiness World of Records por ter o maior Pai Natal do mundo articulado. É uma marionete absolutamente gigante que mexe os braços e as pernas e que para os pequenitos é uma verdadeira delícia porque ainda por cima podem ser eles a comandá-lo através de umas manetes que estão à vista de quem queira experimentar....uma alegria para míudos e graúdos...seguimos para Natal!

14.12.07

BSO - More than words

nina simone - my baby just cares for me

sec.XIX

Victorian Christmas

é só mais hoje...

faltam apenas uma horas (loonnngaaas) para que este esquilo se raspe daqui para fora, porque há sempre umas férias à nossa espera no Natal!
vou aqui arrumar uns montes de papelitos, consolar muito a minha directora que nunca sabe como vai passar sem mim (eu cá acho que é teatro dela, mas sabe sempre bem ao ego...) e mais loguito, ala, que se faz tarde!
para o campo é que é (com as devidas incursões à capital sempre que se revele necessário...)!!!
há muito que preparar: o verdadeiro cabrito assado no verdadeiro forno de lenha, a chegada de quem vem de longe, mostrar algumas preciosidades de Natal aos mais pequenos, comprar os ingredientes muito frescos para meter as mãos na massa, dormir muito mais do que o habitual e outras coisas que nos fazem felizes..., tratar dos embrulhos personalizados ao pormenor e pronto, acho que só me falta referir que continuarei presente que é uma boa palavra agora nesta época!

13.12.07

constatações

a Natureza, sábia, leva às vezes muitos, muitos anos para "talhar" um cenário de rara beleza.um trabalho de tanto tenpo merece que lhe demos valor. mas outras vezes é preciso que se levante uma grande tempestade, súbita e inquietante, que à sua passagem deixa aparente distruição, mas que mais tarde se vem a revelar igualmente uma maravilhosa obra, já depois de bem digerido e passado todo o susto inerente. nós, humanos, embora às vezes distantes e esquecidos disso, pertencemos à Natureza...

sete cores

gentilmente enviada por uma amiga, obrigada!

frase do dia, da semana, do mês, do ano...

"a atenção é a forma mais simples de generosidade" daqui

eu diria mesmo prestar, dar...
da boa, que anda escassa, porque da má estamos satisfeitos, obrigada e get a life!

então lá tem de ser...

já todos sabemos que o que desejamos para o Natal não são bens materiais e assim, mas aqui fica uma pequena wishlist que eu não resisto a deixar... e como critério (porque ficaram tantas coisas de fora...) usei os cinco sentidos e saíu assim:





SABOR




Cacao Sampaka, sim, sei que abriram agora e é novidade mas já conheço de Barcelona há mais tempo.



Por favor uns que misturem chocolate com pistachios, sim?




Sim, também pode ser uma espécie de cabaz de natal com prova de queijos do mundo, de preferência, muitos e variados...





Também fico satisfeita com um pouco de chá de Jasmim, e já agora de "fair trade" porque a época é de solidariedade...




ou Café...




OUVIDO



Tenho alguns mas não este...




Mayra Andrade também não está mal e "Navegar" é uma excelente opção...





Para não dizerem que não gosto de música portuguesa, pode ser "Cintura" dos Clã


VISÃO



Eu preferia esta caixa...mas também pode ser:




qualquer um relacionado com esta senhora chamada Jane Austen...



TACTO
esqueçam lá a lady, é o casaco que é de caxemira...





está bem, se não puder ser o casaco poedem ser só umas luvitas...


OLFACTO







Eu gosto do perfume, mas bom mesmo era viver dentro deste anúncio, não?...


Desta vez não há aqui livros, porque enquanto não houver mais uma estante nova lá em casa, estou proíbida...contingências!




12.12.07

Diário

"Coimbra, 6 de Dezembro de 1938 - Dia de confissão geral.Isto e aquilo da minha vida. do meu temperamento, desta incapacidade que tenho de criar harmonia. Os meus sete pecados em carne viva.
...Quinto - a sede de amor absoluto que me devora;
Sexto - o clima tropical de violência e ternura que envolve o que penso e faço. Absolvido.
Depois do sétimo, porque não tentava eu dar forma capaz a tudo quanto dizia, que era realmente belo?
Porque não. Porque um homem não se escreve."

In Diário I, Miguel Torga

sec.XIX

Collier (1850-1934)

dói aqui...

na pressa da vida que gira ontem foi um dia não.hoje não há blog nem escrita que me salve desta dor.que não se explica nem se pode partilhar e que nos tranca do lado de fora da alegria.não quero mais dias não.mais dias sim, quero ter, senão bem pode alguém parar o mundo que eu vour querer saír...

I really don't know life at all...

"Both Sides Now"


Rows and floes of angel hair
And ice cream castles in the air
And feather canyons evrywhere
Ive looked at clouds that way



But now they only block the sun
They rain and snow on evryone
So many things I would have done
But clouds got in my way



Ive looked at clouds from both sides now
From up and down, and still somehow
Its cloud illusions I recall
I really dont know clouds at all



Moons and junes and ferris wheels
The dizzy dancing way you feel
As evry fairy tale comes real
Ive looked at love that way



But now its just another show
You leave em laughing when you go
And if you care, dont let them know
Dont give yourself away

Ive looked at love from both sides now
From give and take, and still somehow
Its loves illusions I recall
I really dont know love at all


Tears and fears and feeling proud
To say I love you right out loud
Dreams and schemes and circus crowds
Ive looked at life that way



But now old friends are acting strange
They shake their heads, they say Ive changed
Well somethings lost, but somethings gained
In living every day


Ive looked at life from both sides now
From win and lose and still somehow
Its lifes illusions I recall
I really dont know life at all

Ive looked at life from both sides now
From up and down, and still somehow
Its lifes illusions I recall
I really dont know life at all

Joni Mitchell

11.12.07

"marinar" o espírito natalício

Gengibre

Canela


Baunilha

do tempo que faz

eu não sei como é por aí, mas por aqui fala-se muito do tempo.não do que cura mas daquele que faz.do verbo fazer? faz sol, faz vento, faz chuva...como não dominam o tempo que cura nem o tempo que faz, falam da metereologia...e eu não gosto de falar do tempo, nem do que cura nem do que faz. se me falta assunto, saio de fininho e dialogo só comigo. e no meu diálogo interior cheguei à conclusão, brilhante, diga-se em abono da verdade, que hoje o tempo faz frio por uma razão concreta e compreendida: estamos em Dezembro! e não há mais que dizer...

os gostos também se discutem

Mirtilo

histórias com final feliz!

hoje faz anos uma pessoa muito especial para mim, sendo que todos somos especiais. é a minha prima direita mais velha. teve poliomelite em pequena, ficou paraplégica. pronto, agora que já todos disseram: coitadinha..., posso continuar, e dizer o que interessa. vive sozinha, e é independente na medida de mais do que seria "o possível" para muitas pessoas ditas "normais". é lindíssima e anda sempre muitíssimo bem arranjada. é a pessoa mais desenrascada que conheço e seguramente uma das mais inteligentes. tem umas mãos de ouro com que faz tudo o que quer, logo, ensina artes decorativas desde que se reformou. sim, porque toda a vida trabalhou e bem e viajou pela Europa inteira (numa época em que não era fácil como agora)! é uma pessoa maravilhosa, informada e cheia de cultura e talento. ensinou-me uma das maiores lições da minha vida: é muito pior ser coxa(o) da cabeça do que das pernas! Parabéns querida Alda!

10.12.07

Santa Claus Is Coming To Town-Fred Astaire- Christmas music

best songs 4

Winter Wonderland Girls

best songs 3

Step Into Christmas - Elton John (HQ Audio)

best songs 2

What Christmas Means to Me- Stevie Wonder

best songs

Little Women trailer (Winona Ryder)

filmes de Natal

fazer questão

então a história reza assim: aqui este esquilo foi, numa aventura inesperada (sou nestas coisas muito conservadora mas nem sempre o habitual está disponível...) arranjar as mãozitas a um cabeleireiro/salão de estética/dayspa/etc. (porque agora tem de se "ser" muitas coisas ao mesmo tempo...) novo, ali pertinho de casa. tudo muito elegante, muitos "salamaleques" e a menina que me atendeu (aceitável no traballho que fez, digamos assim), a uma dada altura diz: bom, depois fará o favor de pagar lá fora ao balcão, porque além de eu não ter de mexer com dinheiro, insiro o trabalho que fiz no computador e a senhora é só pagar, é tudo mais "privé" (dizia ela) porque ninguém tem nada que saber o que a senhora fez...patati,patatá.e quando cheguei cá fora, ao dito balcão há um belo rapaz, por sinal, que me diz bem alto, para quem quisesse ouvir: então, ("nome") o que é que fizeste? foi só mãos, normal, certo? tens a pagar x! que tratamento privé, que finesse! (pensou je)

mais do mesmo!

pois é para que saibam...

You Know a Lot About Christmas

You got 7/10 correct

You know tons about the history and traditions surrounding Christmas.
When you celebrate the holidays, you never forget their true meaning - or all the little fun details.

Random Christmas fact: December 25th was not celebrated as the birthday of Christ until the year AD 440.

do natal


rescaldo de fim-de-semana

-visita obrigatória a uma amiga que corta e arranja os cabelos de toda a gente lá em casa...e que daqui a um tempo vai ter mais uma fraldas para mudar, que bom!
-uma festa de anos com um reencontro misturado...foi divertido.
-uma ida ao Castelo que os pequenos adoraram. a vista sobre a cidade vale a pena!
-dormir, dormir, dormir...
-a estreia deste anos nos coscorões, filhós e sonhos "naquela" pastelaria da Ericeira...

7.12.07

trabalhos forçados...

hoje estou avessa a palavras como: labuta, bulir, lida, faina, labor, ofício, fazer, actividade, esforço.
vá lá...é só hoje...

sec.XIX

Winterhalter (1805-1873)

fazer questão

"Tenho que escolher o que detesto - ou o sonho, que a minha inteligência odeia, ou a acção, que a minha sensibilidade repugna; ou a acção, para que não nasci, ou o sonho, para que ninguém nasceu.
Resulta que, como detesto ambos, não escolho nenhum; mas, como hei-de, em certa ocasião, ou sonhar ou agir, misturo uma coisa com outra."
Bernardo Soares
"Livro do Desassossego"

6.12.07

sem palavras...

Enviaram-me por mail e não resisti!

video

post incógnito...


(des)considerações

há coisas que me irritam solenemente, são só dua ou três, e quem diz três diz cem ou duzentas...uma delas é a "lata" de certas pessoas. é que não sou dada a ferro-velho...é uma pena!

5.12.07

sec.XIX

Victorian Santa Claus

da comédia nacional...

imagem retirada daqui
"phone-ix já faz parte da família!"



campanha publicitária nova rede telemóvel dos CTT.



"qual a tua rede de telemóvel?"

"fónix!!!"


desculpe?

Familia Bellamy

"Upstairs, Downstairs"
Life in Edwardian London
(1903-1930)

simplesmente mozart

Morreu há 216 anos, neste dia.
Dele se disseram, dizem e continuarão a dizer muitas coisas...
Hoje comecei a minha manhã com ele e a sua Flauta Mágica...
Nunca me canso de o ouvir como dizia Herman Hesse...

4.12.07

oceano de ideias

Já comprei...felizmente desta feita não fala (quase) só de política, e eu agradecida.Há o Natal que é verdadeiramente importante e em Portugal não se vive só de política, ou melhor dizendo em Portugal há apenas umas quantas pessoas que vivem da política. E é só.Bela edição, digo eu que não sei nada, apenas desconfio de algumas coisas...como dizia o outro...

sec.XIX

Victorian Christmas Shopping

constatações

"Há esta angústia no tempo que não passa devagar, nunca. Para mim nunca. O viver no permanente embaraço de correr atrás de tudo, o esforço para acertar o passo por ti. Preciso de mais tempo, preciso sempre de mais tempo, de fazer por que tudo não fuja tão depressa. Mas há a luz de estarmos, e não sei como agradecer. "
Daqui

que bem dito/escrito...

lines of wisdom

"Nothing in life is to be feared, it is only to be understood. Now is the time to understand more, so that we may fear less."
Marie Curie

3.12.07

simplicidades que (só a mim) confortam

comentário de uma Senhora que andou comigo ao colo depois de conhecer e privar 10 minutos com os meus filhos:
-gosto de ver as crianças é assim, reguilas, vivaças, mal educadas é que não!
há ou não há horas de sorte?...

visita obrigatória


do post abaixo...


rescaldo de fim-de-semana

-terminaram os enfeites de Natal e a casa já está pronta para a festa.
-compras com filha para festa de anos de amiga e hoje, (pasme-se) de namorado...estamos perdidos!
-pela internet já se pode estar assim aos 45 minutos de cada vez a falar com a mana de Barcelona.Yes!
-falta referir aqui que a outra mana me ofereceu um presente de que adorei.são bonbons, mas não são de comer, cheiram a chocolate, são enormes, lindos e apetitosos e estão repousadamente instalados num prato lá na sala...são velas, senhoras e senhores e são maravilhosas! Para completar, vieram de um sítio com muito significado e vinham embrulhadas num maravilhoso embrulho que reza assim:

"Óbidos is not a place to visit simply out of curiosity: it is a relic to contemplate with love. It doesn't want bad manners, but elegance in every gesture; it doesn't want exclamations of wonder, but whispers of affection; in few words, Óbidos is not for tourists, Óbidos is for lovers."
In "Guia do Visitante" (Comiss.e iniciativa de 1929)

obrigada mana!

2.12.07

Family Man

e se pudéssemos ver "a nossa vida" sem nós?!

um poema de Natal a que volto sempre...

"História Antiga"

Era uma vez, lá na Judeia, umRei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto,
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava, e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia
fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo Sol da vida acarinhou;
E bastou
Para encher esse mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus,
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga

30.11.07

nonsense verses

"As I was going out one day"

As I was going out one day
My head fell off and rolled away,
But when I saw that it was gone,
I picked it up and put it on.

And when I got into the street
A fellow cried 'Look at your feet!'
I looked at them and sadly said
'I've left them both asleep in bed!'

Lewis Carroll "Nonsense poetry and verse"

sec.XIX

Grimshaw (1836-1893)

luzes várias

sou matutina, sou sim senhor, mas custa-me sempre a levantar e demoro para aí uma boa hora e meia (senão mais) a acordar verdadeiramente...adoro o nascer do Sol (o que me acontece na maior parte dos dias, por obrigação) mas há uma outra hora do dia que me fascina.

final da tarde, é o chamado "lusco-fusco" (não sei se é asim que se escreve) em que regresso a casa e antecipo um "recolhimento" que se concretizará fechando janelas e agora no Inverno acendendo aquecimentos e luzes por aqui e por ali.reencontrando o meu mundo e o meu conforto...
a esta hora, quando regresso a casa, e ao meu lado viajam muitos outros companheiros nos seus diversos veículos, sei que não é verdade, mas gosto de imaginar que todos estamos de regresso a um lar que nos espera, consola e proteje.

29.11.07

babel

aproximam-se festas familiares e lembrei-me que ter uma família com pessoas de várias nacionalidades dá nisto...às vezes parece um filme de Buñuel!
a ver se eu explico: há uma sobrinha meia catalã, meia portuguesa; um cunhado alemão por parte do pai e catalão por parte da mãe.nas festas é um verdadeiro labirinto oral:

-a minha sobrinha fala português para nós, primos, avós,mãe e amigos portugueses.fala alemão com os amigos e familiares do pai.fala catalão com os próprios amigos.fala castelhano com o pai para nós podermos participar da conversa, claro...

-cunhado fala alemão com os familiares e seus amigos alemães.fala castelhano com algumas palavras portuguesas para nós, sobrinhos, nossos familiares, filha, mulher,sogros e amigos de cá.fala catalão com os amigos da filha.

-minha irmã fala catalão ou castelhano com amigos de lá e amigos da filha e com marido.fala português com a filha, com família daqui e amigos daqui.e ainda francês com um ou outro alemão que sabe porque ela percebe mas não fala alemão.

resumindo, numa sala chegam a falar-se 5 línguas ao mesmo tempo e de repente, às vezes faz-se silêncio pela simples razão que já estamos perdidos e não conseguimos acompanhar nada do que se está a passar...é o caos total. não perceberam? não faz mal, nós muitas vezes também não...

sec.XIX

Victorian pleasures

constatações

...e às vezes "é preciso que tudo mude para que tudo fique na mesma..."
Lampedusa

28.11.07

sec.XIX


peugas e pijama

Estive quase p'ra não vir
E ver no noticiário
Tu nem ias reparar
Estive quase p'ra faltar
Ao teu aniversário

Tu já foste o meu herói
A quem pedia em postais
Umas pistolas de caubói
E um carrinho de pedais

Tinha de me portar bem
E nunca faltar à escola
Não mentir à minha mãe
Para ir jogar à bola

Eu comecei a crescer
E descobri como é
Tu deixaste de aparecer
Na minha chaminé

Já te falei dos meus planos
Da minha vingançazinha
Vou à tua festa de anos
Mas tu tens de vir à minha

Mas depois dá-me a fraqueza
Saem-me as contas furadas
E tomo lugar à mesa
Pertinho das rabanadas

Acabo sempre a ceder
A quem jura que me ama
E me dá para aquecer
Umas peúgas e um pijama

"Vozes da Rádio"

27.11.07

fantasia disney flower dancing

do melhor da Disney...

sem medo

A meu favor
Tenho o verde secreto dos teus olhos
Algumas palavras de ódio algumas palavras de amor
O tapete que vai partir para o infinito
Esta noite ou uma noite qualquer

A meu favor
As paredes que insultam devagar
Certo refúgio acima do murmúrio
Que da vida corrente teime em vir
O barco escondido pela folhagem
O jardim onde a aventura recomeça.

Alexandre o'Neill

há dias assim

-ontem houve momentos bonitos com a filhota a querer ver o blog da mãe e analisar tudo e dar opinião sobre tudo...ontem houve um peixe que se sentia fora de água e passou a poder "mergulhar" quando lhe apetecer num blog alheio mas não totalmente...ontem houve conversas que demoraram mais porque surgiram descobertas e coisas novas...

-hoje, há olheiras...

sec.XIX


26.11.07

yeeessssssss!

já viram bem a hora????? são 22.41h!

este esquilo saúda-vos de CASA.ah! pois é!

a internet chegou finalmente ao bosque onde vive este esquilo!

não imaginam a alegria que vai por aqui!

Have Yourself A Merry Little Christmas - Judy Garland, 1963

palmas para Judy Garland! não conheço nenhuma versão melhor!

convicções de foro particular...

"Escolho os meus amigos pela sua boa apresentação, os meus conhecidos pelo seu bom carácter e os meus inimigos pela sua boa inteligência. Não pode ser muito exigente na escolha dos inimigos."

Oscar Wilde (em tradução mais ou menos livre)

escrita em dia

-"Já o modo como me relaciono com os outros, isso é outra conversa". Eu também! In Miss Pearls "Qual é a sua graça?"

-bela palavra resignação = aspiro a... (suspiro) In Mar Salgado "Odi et Amo (LIII)"

-Denzel Washington.também.o mais possível. mas eu cá acho que se pode ter QUASE tudo, hã? In Folhos e Confettis

-patchwork e fogo de artifício não que não gosto.mas composições livres e música ao acaso mais um pouco de condimentos variados q.b. concordo! In Mel com Cicuta

-sorry, mas eu até da música de Natal gosto...muito.ups! In "A vida é uma Ciência"

domingo